Série G.A. T1 Ep5

As memórias fazem parte de quem somos até que ponto?

Se esquecermos não seremos mais lembrados por alguns pelo que fomos, mas sim pelo que nos tornamos.

Mas esquecer não apaga o que fizemos e o que fomos, apenas nos coloca em uma posição difícil que também nos faz inesquecíveis.

Isso de esquecer ser hereditário deixa tudo mais delicado. Fica uma sensação nítida de que temos que escrever uma estória bonita e marcante, que não seja esquecida facilmente por terceiros, para ser contada aos próximos quando nos formos mental e fisicamente.

É um legado, ou sinal, ou ainda, um destino essa certeza de um esquecimento eminente. Como fazer para retardar esse destino é o que mais importa no momento.

Busco estar presente e ser importante, mas sinto falta de algo mais. A única certeza é que devo viver para que a bela estória seja escrita antes que as luzes ma memória se apaguem.

 

 

 

Advertisements

Published by

TaninhaNeta

Nascida em Vitória E.S. mas baiana com certeza. Não de uma cidade específica da Bahia, mas de boa parte dela, já que minha existência percorreu 07 cidades de regiões diferentes do Estado em 33 anos. Agora sou filha, sobrinha, irmã, cunhada, mulher, nora, mãe e madrinha, nesta ordem. Tenho rituais do dia a dia e gosto muita da minha rotina organizacional, mas detesto rotina de vida, vai entender... Está sou eu. Letras e palavras, perdida sem profissão mas cheia de paixões por este mundo cheio de opções.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s